Lanches saudáveis para escola (parte II)



Chegou a parte II da saga lanches saudáveis, mas sem antes passar por alguns conflitos.
Conflito número 1:
Os gritinhos de eca na primeira semana do Zion, e olha que nem tinha nada tão eca assim, tá bom vai, talvez a cenoura crua cortada em palitos merecesse uma certa desconfiança…
Solução:
Tirei a cenoura por um tempo e persiti com as frutas e eventuais biscoitos de maisena e cream cracker, fruit loops( um cereal americano horrivel na minha opinião, um gostinho de espuma,corante e açúcar), os sucos de sempre, feito em casa e levado em garrafinhas de plástico, sabe? mesmo tendo escutado do Zion que a grande maioria leva suco de caixinha e refri, fingi que nem era comigo e explico o porque depois no conflito número 2.
Logo na semana seguinte teve reunião, e como a professora citou a troca de lanche entre eles que ela estava desencorajando, para minha alegria, com um ar de carência, disse que provavelmente ninguém se interessasse pelos lanches do meu filho, queria saber um pouco mais o que rolava no lanche , e era aquilo mesmo, coro de eca, como a professora leva frutas e iogurte deu uma amenizada nos ânimos e enfatizou bem a importância das frutas, ufa!!
Conflito número 2:
Alimentos ensacados, enlatados e os comprados na cantina, que em sua maioria não entram na categoria de saudáveis, e prefiro que sejam consumidos em caracter emergencial, tipo, não fiz compras e só tem arroz, feijão e pasta de dente, bora comer na cantina, fora  isso não gosto e vou explicar o porque, e entendam é puramente opinião pessoal, sem certo ou errado, vai mais pro lado do que é que me faz sentir no final do dia a satisfação de ter feito um bom trabalho em relação a formação de pequenos apreciadores de uma culinária embora simples, mais com cor, textura, gosto e não um sobrevivente a base do miojo e batata frita.
Em parte, é mais prático comprar uma caixa de suco e achocolatado em caixinhas, e mini pacotes de biscoito, em parte porque, tenho achado super fácil jogar uma maça e encher a garrafinha com o suco que já estamos tomando no almoço, as vezes faço um pão com queijo ou um cream cracker com requeijão, por fazer o iogurte em casa, adocico na hora de por na lancheira e pronto, agora ainda que não ganhe de 10 a 0 na praticidade tenho outro ponto que ponho na balança, a quantidade de açúcar, bahh não vou nem me aprofundar demais nisso para não ficar demasiadamente cansativa e cheia de não me toque, acho que mesmo os pacotinhos não informando a quantidade de açúcar vamos combinar que é coisa pra caramba né? aí vem corante, e os impronuciaveis ingredientes pra manter o “frescor” do “alimento”, de novo gente pura opinião e um pouco de lógica.
Por todos esses motivos não dou primazia aos industrializados, eles adulteram o paladar e vamos combinar que não é coincidência acharmos tantas crianças que tem nojo de texturas de frutas, saladas e legumes, é claro que tem que ter mesmo, e não é por que tudo que é bom faz mal, e sim por que tudo que é realmente bom não tem valor, você passa a vida inteira comendo “comida de criança” e de repente vira adulto e tem que comer saudável, por que??? porque o colesterol ta lá em cima, a ponto de uma diabete e sabe Deus mais o que, e quando isso acontece na infância é ainda mais alarmante, então é melhor prevenir do que remediar, já dizia meu pai, e se o argumento for, eu comi besteira a minha vida inteira e estou bem, você é um caso raro, porque a grande maioria se diz bem, mas toma um remédio pro estômago, fígado, tem ossos fracos, dores no corpo e nas costas e a lista é longa, me corrija por favor se estiver sendo incoerente.
Conflito número 3:
Rolou um desperdicio, por que algumas coisas que mandei não fizeram tanto sucesso, ou no auge da minha inteligência coloquei frutas molhadas e pão no mesmo recipiente ex: kiwi picado e pão com manteiga :),voltou intacto e melado, claro.
Mandei aguá gelada e provoquei ira no Zion, ups.
No balancete geral, estamos tendo sucesso, acrescentei alguns alimentos na lista espero que sirva de inspiração.

  • Fruta do conde (o Zion que pediu, mas já disse que foi muito demorado comer tudo e quase não foi brincar na quadra)
  • Kiwi
  • Tangerina
  • Carambola
  • Cereal com leite
  • Queijo minas 
  • Pão de queijo

Como o mês de junho e julho e mês de festa na roça vou mandar uns agrados:

  • Cuscus
  • Canjica
  • Broa de milho
  • Cural
  • Amendoim

Acho que com essa última lista deu pra ver que não sou também tão radical,  eles consomem de tudo um pouco e nos fins de semana e em festas tem mais liberdade com doces, tem dado certo, como vocês encaram a alimentação e os lanches quero dicas também ok? 
  
obs: minha queridíssima amiga deixou um comentário abaixo super util em relacao aos sucos naturais e de polpa, segue a dica
referente ao suco de fruta natural ou polpa, se não consumir logo perde as propriedades,dica de uma pediatra, embrulhar a garrafinha com papel alumínio que dura mais tempo.”

Beijos no coração

Keila 

Anúncios

5 comentários em “Lanches saudáveis para escola (parte II)

  1. Obrigada pelas dicas do blog e passei por aqui para deixar uma dica que recebi, referente ao suco de fruta natural ou polpa, se não consumir logo perde as propriedades,dica de uma pediatra, embrulhar a garrafinha com papel alumínio que dura mais tempo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s