Voltar a boa forma pós baby, Reduzindo as porções




Boa forma pós baby, aí  meu Deus!, e todas as mães correm para ler o post e a própria que escreve se inclina para tentar achar uma formula mágica no texto, em vão, não tem magica, tem trabalho e trabalho duro, “nossa que bom tudo que eu queria escutar, né?” haha
Estou tentando, tudo bem que mal e porcamente, voltar a forma que adquirir antes da minha fofa nascer e deixar que a única fofa da casa realmente seja ela, retornar a boa forma que por sinal foi a melhor forma da minha vida, não é fácil mas também não é impossível, lembro que andava toda prosa com a barriga sequinha e com o braço começando a ficar torneado, eu sinceramente amei, amei e amei, e prometi pra mim mesma voltar a “forma” assim que me sentisse segura com o meu corpo (principalmente porque amamentava não queria apressar nada).
Maravilha a minha linda completa 6 meses esse mês e cadê a minha animação? acredito que esteja aqui no blog, porque aqui em casa já procurei e não está, por isso o plano é o seguinte, vou está postando o meu cronograma e dividindo minhas frustrações  dicas com vocês, e quem sabe quando estiver tentada a não malhar lembrarei- me – ei das senhoritas??? e farei por amor ao blog.
A primeira parte do plano já estou colocando em prática, que é, reduzir a quantidade de alimentos que ingiro, 2 coisas que não gosto e pretendo não fazer, dieta e comer de 3 em 3 horas, o que contraria as regras legal.
Não gosto de dieta por que não sou organizada e não tenho tempo para ficar elaborando um cardápio diferente e contando calorias, e tentando enfiar uma guloseima no meio e me enganando e etc… é muito drama pra minha cabeçinha, dito isto, um dos motivos que não vai fazer um pingo de diferença em termos de saúde a questão de não seguir uma dieta especifica, é que já fiz uma reeducação alimentar quando me casei a uns 8 anos atras, algumas coisas mantive e outras não, o que particularmente pega aqui em casa são os doces, somos, todos exceto o bebe, consumidores sem limites de doces, então não compro, ponto, e nos fins de semana comemos infelizmente sem muito controle balas, bolos, sobremesas de restaurante, leite condensado e por aí vai, então reeducação nos doces certo? no meu caso de vicio não dá pra se educar tem que rolar uma abstinência, frutas não teria problema, mas o doce industrializado sim, para não ficar cheia de frescura e acabar comendo mais doce ainda e colocando tudo a perder me dou o direito de comer uma sobremesa deliciosa no fim de semana ou um bolo no café da tarde, lembro que dá outra vez ( tenho esse post que conta um pouco e mostra fotos da  minha transformação) a medida que fui emagrecendo não queria e nem sentia prazer em comer porcaria.
Talvez isso possa ser uma dica ou um lembrete, vermífugo, vocês costumam usar?, algumas amigas minhas tomam pelo menos uma vez por ano seguindo as instruções de seus médicos, tomei o vermífugo mês passado, e sei lá se foi da minha cabeça mais melhorou muito na compulsão do doce, se alguém tiver tido uma experiência  parecida compartilha nos comentários, ou se vocês já viram estudos que relacionam, lembro do meu pai dizendo que eu devia ter verme pra querer doce toda hora, como hoje em dia muita coisa que escutava quando criança eram mitos e lendas, totalmente fora da realidade para despistar as crianças dos maus hábitos ou causar medo, acabo soltado umas pérolas por nunca ter pensado que era invencionisse alheia, mas deixa pra lá, voltando a boa forma…
Fiz um post na mesma época da transformação sobre trocar alimentos tradicionais pelos integrais, que são eles:

Pão frances – Pão integral
Margarina – Manteiga ou requeijão light ( a controversias)rsrsr
Refresco em Po – Refresco com polpa de frutas
Biscoitos recheados – Biscoito de maisena ou cream cracker (esporadicamente é claro)
Maionese – Iogurte natural
Queijo gordo – Queijo magro (tipo Minas , Ricotta, Cottage , Bufala)
Carne Vermelha -Carne Branca (Frango, peixes) ou Carne vermelha magra
Massas diversas – Massas integrais
Chocolate ao leite- Chocolate meio amargo
Guloseimas- Frutas frescas e secas, castanhas e etc…
Açúcar branco- Açúcar Demerara, Stevia ou Agave


A parte de não comer de 3 em 3 horas é opinião minha, tem até alguns médicos e estudos que defendem essa teoria, se seu medico entra em um consenso com você e ambos concordam que comer de 3 em 3 horas é o ideal, maravilha, outros motivos que levam a isso creio que seja o estilo de vida de corre corre, a falta de tempo de cozinhar e a “americanizaçao” do Brasil e do mundo.
Não faço esse esquema de 3 em 3, prefiro as 4 refeições, café da manhã, almoço, café da tarde, jantar, tomo um café da manhã de brasileiro, com frutas, mas não abro mão do leite com café e meio pão francês ou uma farta fatia de pão caseiro, um bom almoço, com arroz e feijão, carne magra, 2 tipos de legumes e salada, um lanche a tarde, muitas vezes uma vitamina ou frutas e um café, e no jantar, algo leve, sopas, saladas ou um sanduíche magro, não dá para sentir uma fome avassaladora, talvez no inicio até o corpo se acostumar seja difícil, mas já pararam pra pensar no que significa ou pode desencadear o habito de mastigar o dia inteiro?, o quanto o corpo precisa trabalhar para metabolizar esses alimentos consumidos ao longo de dia?, os americanos se alimentam assim porque o almoço que era para ser algo substancial, é o que a gente chama de lanche, então antes do almoço bate uma fome, ou simplesmente o hábito de dar uma beliscada, mesmo sendo em algo saudável, depois come se um sanduíche, passando umas 2 horas dá fome de novo, come se outro pequeno lanche, chamado snack, no jantar os americanos comem o equivalente ao almoço brasileiro e depois uma ceia a noite, como são porções pequenas não vão te engordar, mas acho que tende um pouco a criar uma dependência de estar comendo para saciar mais do que apenas o apetite, de novo gente, é algo que faço até com os meus filhos também e tenho muito mais liberdade e a gente consegue aproveitar mais, porque como o corpo deles já está regulado para as grandes refeições não preciso carregar o mundo de lanches com a gente e dái todos param juntos para se alimentar, sigo com esse esquema também com a Rebeca que toma 4 mamadeiras por dia de 170 ml, de acordo com a sugestão do suplemento. 

              O Plano Inicial

  • Redução das porções
  • Exercício físico 5 vezes na semana
  • (Video aula Insanity –  Insanity)
  • Abstinencia de doces durante a semana

Peso Inicial: 67kg
Peso a ser conquistado: 59kg contando com o ganho de músculos 
Áreas problemáticas: cozinha (brincadeira) 
Abdómen, e costas (tenho um acúmulo de gordura surreal nessas áreas)

Como segunda é o dia internacional da dieta estarei postando nas terças feiras como vai o progresso,( só para confundir a segunda e ela não se achar mais poderosa que a força de vontade 😉 não prometo fotos no inicio, morro de vergonha, mas assim que tiver resultados mais concretos com certeza.

Me desejem boa sorte
Beijos Beijos



Anúncios

2 comentários em “Voltar a boa forma pós baby, Reduzindo as porções

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s