Amando ser mulher e mãe

blog collage
Ser mãe é ser 1 milhão de coisas ao mesmo tempo e no final do dia achar que não teve utilidade nenhuma para a humanidade, não é?? kkkk
Parece ( note bem) parece tão insignificante passar o dia trocando fralda, preparando um alimento saudável para a família, banho, sentar no chão e brincar, ler um livro, fazer mais comida, dar outro banho por que na altura do campeonato a criança já está imunda e se morar no Rio de Janeiro estará certamente coberta de suor, já falei da comida?? e do chão que come mais que a boca?, gente é correria, junta isso tudo e acrescenta a mãe que rala o dia inteiro fora de casa… e quando chega em casa cuida do seu filho ou filhos, ou imagina a mãe que fica o dia inteiro em casa , como eu, o que ainda é mais assustador, como alguém consegue passar o dia em casa cuidando de 4 filhos? Minha cara amiga é aí que eu te digo que rapadura é doce mais não é mole não, mas posso acrescentar o meu ponto de vista na equação???
Seja ficando em casa ou saindo para trabalhar, mãe é mãe e querendo ou não, com tempo ou sem tempo ela dá nó em pingo d’água pra cuidar dos pimpolhos, e não existe absolutamente nada de insignificante em se doar a um outro ser humano, existe um amadurecimento surreal nessas pequenas tarefas do dia a dia, pensa em um lugar que molda o seu caracter, que te faz lembrar da fragilidade da vida e te deixa mais humana e cheia de compaixão, que te faz forte como uma leoa, que te faz sensível… gente esse lugar para uma mãe é o campo de batalha da pequeneza e da aparente insignificância do corriqueiro, do cocô, da papinha, do noite mal dormida, do pulo na emergência, e por aí vai, esse lugar é o nosso lar, a nossa casa, o paraíso na terra, que talvez pareça mais com um campo de guerra com os restos de uma mulher que um dia tinha tudo em ordem.
É importante criar esse pedacinho do céu na terra, e talvez esse pedaçinho do céu não vai ser aquela casa impecável, com todas as refeições balanceadas e com pessoas perfeitas circulando como se tivesse pisando nas nuvens, mas esse pedaçinho do céu pode estar em ordem, com pessoas que tentam dia a pós dia melhorar e fazer o melhor,
esse pedaçinho do céu pode ser tão gostoso que te faça querer olhar pro eterno e desejar o que não se consegue ver nem tocar, mas se pode sentir, sem medo, um lugar que te renove a esperança, como um oásis.
Voltando a aparente insignificância de ser mãe, pense em quantas pessoas no mundo poderiam criar esse ambiente na sua casa…
Ninguém
Nem que a pessoa mais calma, ou mais santa do mundo venha morar com você, nem Madre Tereza, nem o Papa, nem a sua amiga que parece perfeita, nem a sua própria mãe, sabe porque?
Deus te deu o seu lar para você construir esse altar, para que os seus filhos cresçam conhecendo Ele através da sua vida, acho que a bíblia fala da mulher virtuosa o quão dificil é de se encontrar porque é dificil mesmo, vai contra tudo que se aprende nas entrelinhas da vida, você aprende a entrar no mercado de trabalho, se impor e lutar pelo seu espaço e isso é ótimo, mas aonde se aprende a se sentir feliz e plena cuidando do lar e dos filhos, é como se fosse uma distração, um tempo perdido…
Apesar de ser comum morarmos em casas e ter filhos, parece ser tão ofensivo, é estranho, porque será que cada vez mais as mulheres se sentem ofendidas com cuidar de uma casa e dos filhos?
Nem vou entrar no mérito de quem deve limpar e cozinhar, porque sinceramente todos na casa devem fazer tudo, desde o pai, a mãe os filhos, a mulher não é escrava do seu lar mas é senhora, gosto muito dessa passagem de provérbios 31:15-16
 15 Levanta-se, mesmo à noite, para dar de comer aos da casa, e distribuir a tarefa das servas.

Examina uma propriedade e adquire-a; planta uma vinha com o fruto de suas mãos.

Já escutei mulheres meio que injuriadas com esse proverbio, ora bolas, é mulher maravilha ou mulher virtuosa, essa mulher é impossivel de se espalhar nos dias de hoje e etc…
Não vejo assim sabia, vejo claramente uma mulher moderna, que levanta cedo e delega funções a pessoas de confiança para o andamento da casa, trabalha com as próprias mãos seja em casa ou fora de casa e consegue um bom lucro nos negocios que fazem, agora sabe porque que eu acho que a fama da mulher acaba sendo outra?, quem já não ouviu alguem se referindo a mulher como um ser burro que só serve pra esquentar a barriga no fogão( nada contra esquentar a barriga no fogão até porque esquento a minha também rsrs) ou os proprios maridos com dificuldades em confiar na mulher com o dinheiro da casa, com medo dela gastar tudo com besteiras?
Se nós entendermos o valor de cuidar da casa e dos filhos e do marido e de tudo que Deus confiar em nossas mãos, se nos entregarmos as fases da vida sem querer pular as etapas, acho que ficaria mais fácil ser uma mulher feliz e realizada.
Keila Silva
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s