Meu Segundo parto {Natural e em casa}

Engravidei da Zoe Claire logo depois de perder um bebê, estava de 3 meses, tive um aborto espontâneo, corri no médico para ver se o sentimento que eu tinha era real, ainda sem nenhum sinal do bebê que algo estava realmente errado, senti um aperto no coração, quando fiz o ultra-som o bebê estava morto, todos os outros filhos assim que eu engravidei eu tinha o nome, assim foi do Zion, Zoe , Moshe e Rebeca, mesmo antes de saber o sexo eles já eram chamados pelo nome, esse meu filho ou filha não, não tinha nome, e se foi, me deixando um vazio e um medo enorme de não conseguir ter mais filhos, 1 mês depois eu engravidei da Zoe, sonhei quase todos os dia que eu tinha um aborto ou ela morria depois que nascia ou depois de crescida, era horrível, lutei contra esses sentimentos e por mais que as pessoas com quem eu desabafava pedia para eu confiar que tudo ia dar certo, era mais forte que eu todo aquele medo.

Em algum momento esse medo deu lugar a certeza que minha filha iria nascer saudável, durante toda a gravidez me alimentei bem, me exercitei e descansei quando precisava, mesmo com o Zion pequeno ainda, consegui paz para cuidar dele e cuidar de mim, fiz o pré natal no hospital com as médicas e as enfermeiras, e de uma coisa eu tinha certeza, queria o meu parto normal, na metade da gravidez comecei a cogitar a possibilidade de ter uma parto domiciliar, o meu marido apoiava, conversei com as famílias que tinham tido seus partos em casa e pra minha sorte eram muitas, fui ficando cada vez mais segura da minha decisão, mais ainda faltava uma coisa, a parteira.

Morava na época na Carolina do Norte , nos Estados Unidos, peguei o contato de 2  com uma amiga que estava fazendo o curso de parto com uma delas e com a outra o acompanhamento do pré natal, a primeira, que dava o curso era jovem e moreninha rsrsrs e era ótima, segundo a minha amiga, e a outra era mais velha, com 10 filhos e uma paciência invejável,  com 30 e poucas semanas mudei para a parteira dos 10 filhos, com certeza experiência para ela não faltava, fiz o curso obrigatório e comprei o kit para parto domiciliar, tudo engatilhado, o Zion por ter nascido de 36 semanas, previ logo que essa também iria adiantar.

Estava de 38 semanas, quando na madrugada do dia 10 de maio, comecei a sentir as primeiras contrações, nada de bolsa estourada, estranhei mas achei bom, tinha tempo sem ficar me preocupando com infecção em caso de bolsa rota, acordei pela manhã com dores como de cólica, era dia das mães, fiquei morrendo de vergonha de ligar para a parteira, eu não podia atrapalhar o dia dela, me alimentei bem em todas as refeições, pela manhã fui até a igreja que fazia parte, orei com os meus amigos e fui pra casa descansar, depois do almoço liguei pra parteira, pedindo mil desculpas por estar em trabalho de parto rsrsrs, ela já estava tão acostumada, ficou rindo ainda, como assim,eu não tinha como prever né? os filhos dela já estavam acostumados também, na verdade eu nem acreditava que estava em trabalho de parto de verdade, achei que demoraria mais uns dias com as cólicas, que nada.

Quando elas chegaram, a parteira e a auxiliar, eu já tinha vomitado algumas vezes, e as contrações estavam ficando intensas, ela fez o toque e eu já estava bem dilatada, ela olhou em volta do quarto e ficou surpresa, não tinha nada arrumado, o meu chão era de carpete e ela tinha sugerido cobrir com plástico, a cama com cortina de banho por baixo do lençol, a banheira precisava ser lacrada pra poder encher bem.

Meu marido começou na correria arrumando tudo, peguei a caixa com os equipamentos que eu tinha comprado, as toalhas e bacia, liguei para uma amiga que participaria do parto, que por um acaso estava de resguardo, a bebe recém nascida veio junto com o pai e a irmã dela, minha amiga ia tirar as fotos e filmar, a irmã dela iria ficar logística ( pegar água pra mim, acender velas e resolver qualquer problema que surgisse, caso o Zion acordasse ela ia me ajudar com ele) o marido e o bebe dormiam na sala no primeiro andar, o Zion que tinham 2 anos na época ficou dormindo no quarto dele, meu marido ficou de doula, e a parteira e a auxiliar assistia tudo de camarote, e oravam, todos oravam baixinho, era algo novo, a minha filha iria nascer em casa.

Por sugestão da parteira fui com o meu marido passear com o nosso labrador, o bichinho era imenso, e sempre agitado, naquele dia ele estava calmo, eu parava entre uma contração e outra, o meu marido massageava minhas costas, e andamos até cansar, chegamos em casa, e a próxima sugestão foi subir e descer escada, lá fui eu, no sobe e desce e o marido atrás, cansei e fomos tomar um bom banho no chuveiro, senti o meu corpo transicionando, decidimos encher a banheira, não tinha o sonho de ter o parto na banheira, mas como sempre ouvi falar que as dores diminuíam resolvi tentar, a banheira estava ali mesmo, não custava nada.

Fiquei na banheira por algum tempo que pareceu uma eternidade, a minha amiga já estava chateada com a iluminação fraca, não dava pra filmar bem, tinha umas velas iluminando e eu não queria muita claridade, tomava tanta água, parecia que iria desmaiar, acho que por já ter a pressão baixa aquela água quentinha não estava ajudando, eu queria fazer a força mas me sentia fraca.

Fui pra cama e a vontade de fazer a força foi aumentando, o meu marido pode então ficar do meu lado, ele botava compressas de água fria na minha cabeça para aliviar o calor, me deitei de lado e sabia que era a hora, fiz a primeira força de leve, a próxima foi mais intensa, eles já conseguia ver a cabeça bem encaixada, aquele mesmo sentimento do parto do Zion veio, uma sensação que não era real, que o parto ia parar e ela não ia sair naquela hora, olhei pra minha parteira, ela balbuciava uma oração e agradecia a Deus por que pra ela já tinha dado certo, a Zoe ia nascer, me enchi de coragem, perguntei se elas achavam que eu conseguiria, a resposta me deixou ainda mais esperançosa, a cabeça dela já estava ali, faltava pouco, a bolsa ainda não tinha estourado, na contração seguinte a bolsa estourou e na próxima a cabeça dela saiu, ela pediu que eu esperasse a próxima contração para fazer a força e que fizesse de forma bem controlada pra não me machucar, respirei e fiz com todo o controle, não senti dor vaginal, segundo ela a cabeça do bebe anestesia na hora que encaixa, ardia um pouco, a contração é o que doía e não a hora da expulsão, na verdade na hora que eu fazia a força sentia um alivio da dor da contração.

Respirei fundo e fiz força para o resto do corpo dela sair, ela nasceu, a minha bebe estava nos meu braços, só sabia agradecer, ela era linda, ela foi imediatamente para o meu peito mamar, as dores sumiram e agora só teria mais algumas contrações para poder parir a placenta.

Minha amiga, escandalosa toda a vida, deu um grito no meio do corredor, “… Nasceuuuu” acordando o Zion rsrsrs, Zion entrou no quarto olhou pra irmã, virou as costas e foi pro quarto dormir, a apresentação oficial foi no dia seguinte.

Tivemos uma aula de anatomia, ficamos todos encantados com a placenta e o cordão, tomei o meu banho junto com a Zoe na banheira enquanto ela mamava, com uma mistura de ervas que a parteira trouxe, me arrumei com um pijama confortável, a cama já estava limpinha com os lençóis trocados, o meu marido preparou um lanche maravilhoso, todos comemos e rimos muito, celebrando a chegada da minha princesa de forma tão perfeita.

Os meus amigos foram embora, a parteira e a auxiliar também, amamentei um pouco mais a Zoe, no conforto da minha casa, ao lado do meu marido, com o meu filho seguro e tranquilo no quarto dele e a Zoe no moises ao lado da minha cama, a adrenalina ainda era forte no meu corpo, ainda que cansada eu estava muito feliz e não tirava os olhos dela, parecia um sonho, minha doce menina nasceu!

Em casa…

Anúncios

5 comentários em “Meu Segundo parto {Natural e em casa}

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s