Amamentação, as delícias e as dificuldades

Amamentei meus 4 filhos, não passou de 10 meses, com 2 deles eu tive facilidade e com os outros 2 muita dificuldade, reverti da mamadeira para o peito exclusivo com 1 filho, e com outros 2 nem conheceram a mamadeira, teve 1 filha, que mamava o dia inteiro e a noite dormia, teve uma filha que eu queria sair correndo de tanto que doía meu bico do peito, ela chorava, eu chorava e por aí vai, tenho vários cenários, bons e ruins, e se você já passou por algumas dessas vai se identificar,  se você é mamãe de primeira viagem não se assuste tá?, vou falar da minha realidade e como o título diz os prazeres e os perrengues.

Com o meu primeiro filho, ganhei de presente esse planner, tipo um livro pra me ajudar a organizar a hora de amamentar, a hora que eu me alimentava e o que comia, quantas vezes ele fazia xixi e cocô, e o tempo que dormia e ficava acordado, achei genial, por que eu adoro me organizar e tenho uma sensação de estar dominando a situação, em contra partida eu esquecia de anotar e depois ficava numa dúvida rsrsrs, usei por 1 ou 2 semanas, guardo até hoje o livro.

20151023_174114
20151023_163858

20151023_163830

Contei do parto do Zion neste post No dia que virei mãe, e agora vai o relato da amamentação.

A enfermeira fez de tudo para que eu me recuperasse, e pra isso ela levou o Zion com ela, deu lhe uma bela de uma chupeta e uma mamadeira, e eu dormi, exausta depois de 26 horas de trabalho de parto, não era o que eu queria, eu queria amamentar imediatamente e ter meu bebê do meu lado, enfim, no dia seguinte, me alimentei, tomei um belo banho e pensei, agora é a hora, daqui pra frente a responsabilidade é minha.

Enfiei umas almofadas atrás das costas, coloquei uma debaixo dele, peito pra fora, e a mágica começou, só que não,  eu tinha uma linda bolsa que a maternidade me deu cheia de mamadeira e fórmulas, eu sabia que se o lance de amamentar não funcionasse eu tinha bastante leite em pó, infelizmente os Estados Unidos tem um incentivo a amamentação bem fraco, a indústria de fórmulas é fortíssima por lá e por aqui no Brasil parece que estamos querendo tomar o mesmo caminho, infelizmente.

Comecei a suar, botava o Zion no peito direito, no esquerdo, ele chupava com força e doía, eu sentia dores no corpo de nervoso e as pontadas no peito eram incômodas, o leite ainda não tinha descido, e aquilo me deixava aflita, as instruções do hospital foram:

Dar de mamar de 2 em 2 horas, caso ele não acordasse deixa lo peladinho, com frio e incomodado, isso faria ele despertar, ele tinha que engordar e se com o meu leite ele não virasse uma bolinha baby, fórmula era a solução, é claro que não deu pra seguir todo esse “nosense” não é natural, não sei quem inventou tanta regra,  fiquei de cabelo em pé no início, e então entra nessa história toda a voz da sabedoria, minha mãe, falo mais alto, as palavras dela foram…

“Minha filha, desde que o mundo é mundo a mulher amamenta, joga essas fórmulas no lixo e amamenta o tempo que ele quiser e a hora que ele quiser, o leite vai descer e ele vai engordar,  e o primeiro mês é isso, filho da trabalho, é melhor assumir o trabalho e fazer o que tiver que ser feito que uma hora as coisas começam a entrar nos eixos.”

Eu ainda tentei aumentar,  “mas mãe, eu não vou dormir?” A resposta dela? “Não, dorme quando ele dormir, você não está por conta dele? Não tem nada de mais importante pra ser feito, então se entrega ué! ”

Nas noites seguintes e por algumas semanas eu via o dia amanhecer e o Zion no peito, dormia quando ele dormia e amamentava em livre demanda, mas teve mais.

Teve peito rachado, o bico do seio sabe? Ele pegava errado, eu sabia que tava errado, tentava corrigir e não conseguia, então o meu bico ficava triangular e ferido, aíIII

Foi muito Lansinoh e bico de silicone pra aliviar, até que ele aprendeu e mamava direitinho.

download

images (1)

Eu produzia pouco leite, então quando ele dormia eu dormia um pouco e acordava antes dele para tirar leite com a bombinha, eu esvaziava um peito com a bomba elétrica de tirar leite e quando ele acordava um peito estava cheio pra ele e o outro enchendo, gente eu era uma vaca, com pouco leite mais uma vaca kkkk.

images

Esse foi o modelo portátil que eu usei.

Consegui tirar a mamadeira com o suplemento totalmente no primeiro mês, e ele mamou exclusivo até os 3 meses, fiz a introdução alimentar com 3 meses, outra coisa desnecessária, com 4 meses voltei a trabalhar 3x na semana,amamentava pela manhã e complementava com o meu leite que eu bombeava de madrugada e durante o trabalho e com suplemento de soja, meu Deus, foram tantos altos e baixos, tantos sentimentos, errei muito, e aprendi a duras penas que planejamento e estudo de causa faz uma diferença, o Zion era alérgico a proteína do leite e se adaptou bem a soja, me doeu ver ele passando por isso, com 6 pra 7 meses ele parou, meu leite secou, e eu larguei o trabalho fora de casa para me dedicar a ele e aos próximos que viriam,  minhas amigas que tiveram filhos na mesma época amamentaram super bem, doavam leite, o bico não machucou, mas cada uma tem uma experiência, tem que se preparar, no Brasil existem instituições que ajudam.

Esse site tem bastante informações.

Amamentareh

Eu tinha pouco leite, não tinha nenhum tipo de ajuda, comia o que tinha, planejei muito mal a minha alimentação, até porque ele nasceu de 36 semanas, não tinha feito uma compra grande, tive uma amiga que me levou comida,  que é um hábito lindo que as americanas tem de apoiar as novas mamães, cada dia da semana uma amiga leva a refeição,  e dá uma ajudinha com a casa de acordo com o nível de amizade, lava uma louça, um banheiro é uma mão na roda, fica a dica hein?!

Chegava em casa do trabalho, com o meu filhote, tirava os casacos de frio e colocava ele no meu peito, olhava pra ele, eu era uma guerreira, tão obstinada e ao mesmo tempo tão fragilizada, cheia de medos, sentimentos de fracasso, de vitória, de culpa, amor, satisfação, apego, tudo junto e misturado, e o meu bebê era uma pessoa incrível, ele sabia o que queria desde que nasceu, meu amigo, um dos melhores e mais leal, aquele dia eu dava o peito e essa era a forma de dizer, “camarada tamu junto” em breve ele voltaria pra mamadeira e depois copiando de treinamento, copo de plastico e quem diria copo de vidro, ele tem 8 anos hoje, e esse foi o nosso primeiro cáptulo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s