Hora da Cegonha

blog collage gravides
                                                              Faltou a barriguinha do Zion 


*Esse post foi escrito em 2011, editei para compartilhar com vocês*

Tenho visto muitas amigas  que em questões de meses estarão tentando engravidar, então decidi compartilhar algumas informações e dicas que podem ser úteis, uma das coisas que pode passar pela sua cabeça ao ler este artigo é: “mulheres tem tido filho a sei lá quanto tempo e duvido que preciso dessa frescurada” sendo bem sincera com vocês quando tive o meu primeiro filho metade do que vou citar ou eu não concordava, ou nem sabia.

Procure um bom médico e o seu dentista

Em primeiro lugar procure um médico, mais espera aí ,não é melhor procurar um marido? 🙂  converse com o seu médico, faça alguns exames básicos para ver se está tudo certo, um bom médico vai te dar dicas de como comer, dos exercícios , se você está anémica ou com o colesterol alto é melhor tratar antes de engravidar né ? Se possível, faça um check up total, não tem motivação melhor pra entrar na linha e cuidar da saúde do que pensar no filho que você vai gerar, o amor e a entrega já começa antes mesmo de gerar o seu milagre, o seu corpo precisa estar saudável, a sua mente e a sua alma, por isso que eu falo, check up total, até as pendências emocionais.

Uma visitinha no dentista é importantíssimo, acredite, depois de gravida é quase impossível tratar, porque se acontece uma emergência, como aconteceu comigo na minha ultima gravidez (Moshe),um dente quebrou e por total descuido deu cárie, tive que aguentar uma dorzinha chata, eu até podia tomar remédio mas pelo bebê não achei muito justo e tive que ir remediando até o fim da gravidez, e esperei mais um pouco porque estava amamentando, foi uma dor de cabeça desnecessária.

Exercite-se e tenha uma boa alimentação

Próximo passo se exercite, o seu medico vai te indicar a intensidade.

Isso poderia entrar no tópico acima, mas, merece uma atenção especial, o exercício físico faz muita diferença, quando pensamos em engravidar a empolgação é tanta que a gente se esquece que passamos 9 meses com o corpo em transformação constante, em alguns casos o médico pedi um tempo nas atividades físicas nos 3 primeiros meses, e depois libera de forma moderada, se você já tiver uma rotina de exercícios é provável que mesmo durante a gravidez dê para continuar, os mais indicados na minha opnião de mãe e não de profissional da área, são o Pilates, Yoga, alongamentos em geral e caminhadas, um bom profissional de educação física com especialização em gestantes  junto com o seu obstetra pode te indicar os melhores exercícios e as melhores modalidades.

Comida, comida, comida, para algumas mulheres é uma relação de amor e ódio, eu amo comer, de tudo, de saudável a porcaria, e antes de engravidar o hábito de se alimentar bem é uma baita ajuda, uma das primeiras coisas que o médico receita são as vitaminas e o ácido fólico, então… capriche no prato, escolha alimentos que além de te saciar te nutra e assim que você estiver gravidinha esse bom hábito da alimentação vai em forma de nutrientes importantes para o bebê, o problema é que se você espera engravidar para comer bem é mais provável que com todas as mudanças hormonais e o turbilhão emocional, você não consiga, meu primeiro filho eu comi tudo que eu queria e um dia antes do parto me entupi de doce, minha bolsa estourou e demorou longas 26 horas de trabalho de parto, já na segunda, me exercitei e comi bem, engordei pouco, tive um parto bem mais rápido e com bolsa integra até o final, pode ter sido sorte? talvez, eu atribuo parte disso a minha conscientização geral  e estar bem conectada com as necessidades do meu corpo.

Conecte se com outra mães e tentantes

Apps, sites e grupos na internet e livros  

Conecte-se com outras mulheres que queiram engravidar ou já tenham filhos e aprenda com a experiência delas , alguns sites te dão um suporte legal, calculam até o seu dia fértil !
( babycenter.com.br ) como sou mais naturalista (era, preciso tomar vergonha na cara rsrsr) nem tudo que eles falam se encaixa comigo mais isso já é conversa para outra hora. 

O óbvio nem coloquei como tópico, que é sexo né minha gente? esses apps que calculam o dia fértil é ótimo, mas não se prenda a eles somente, faça no dia que quiser e quantas vezes quiser, seu marido agradece a disposição kkkk

Outra forma de se informar é lendo bons livros do assunto, talvez você que quer engravidar concorde com isso,  pensar no bebe é lindo, no quartinho, nas roupinhas, mais de repente como um pesadelo você começa a pensar no parto, e dá aquele frio na barriga, uma insegurança e o que lhe vem na cabeça é, será que eu vou conseguir? vou falar um pouco sobre parto em outro post senão vai ser muita coisa de uma vez, mais a melhor hora de saber tudo sobre o parto é agora, claro que não assim da noite pro dia , mais o que você tem agora é tempo, invista no seu filho mesmo antes dele chegar, cuidando da sua saúde, se informando , pesquisando e preparando o ninho.

Prepare o seu útero para receber esse milagre

Prepare o seu útero para receber esse milagre de vida, abençoe o seu útero constantemente, uma dica meninas, quando tiverem menstruada e com fortes cólicas não diga que odeia a menstruação e o quanto você sofre, agradeça a Deus pelo seu corpo e pela menstruarão e claro peça que as dores diminuam, e faça tudo para amenizar, compressas, aspirinas , e outras coisas, mais sempre com a atitude do coração com gratidão, peça ao seu marido para por a mão sobre a sua barriga e orar, depois que você engravidar continue com esse habito é muito saudável tanto espiritualmente quanto emocionalmente , e prepara também o seu marido para o papel dele de pai, ele vai se sentir honrado de não só estar fisicamente fazendo um filho, mais por estar de forma ativa preparando a chegada dele desde o útero .

Procure seu médico
Vá ao dentista
Coma bem
Exercite – se 
Conecte-se
Leia
Ore pelo seu Útero

Escrevi outros posts contando dos meus partos, tive 2 partos hospitalares e 2 em casa, No dia que virei mãe e Parto Natural em casa.

Adoro, amo de paixão esses tópicos de gravidez, parto e afins… vamos papear? Me conta as suas experiências, vou adorar escutar.

Beijos Keila Silva





Santa lanolina da mãe que amamenta

Já se passaram 2 meses que a minha linda nasceu, ela está uma gorduchinha, mamando muito, como disse no último post que iria falar um pouco da minha experiência com a amamentação e a minha salvação que foi uma incrível pomadinha chamada lanolina.
Nos primeiros dois dias tudo ia muito bem, e o meu leite já estava descendo, aquele leite mais encorpado sabe?, doía e ardia bastante mais até aí nada porque com todos os outros 3 também foi assim, o que mudou foi a intensidade da dor e o tempo que estava demorando pra se tornar uma experiência agradável, como era o quarto bebe nem me preocupei em comprar a bendita pomadinha, o que poderia dar errado afinal? Doce ilusão, amamentar a Rebeca começou a se tornar insuportável, a forma que ela pegava o peito machucava de tal forma que só dela começar a chorar eu chorava junto, chegou ao ponto que comecei a cogitar a possibilidade de jogar esse trem de amamentação pela janela afinal ia realmente ser bem melhor uma mamadeirinha pra ela dormir e eu também, então fiz a minha demanda , (Mamadeira já, abaixo amamentar),  entre choro e batendo o pezinho no chão, e claro que o meu marido que já não é pai de primeira viajem nem nada e já aprendeu até de mais sobre esse lance de parto e amamentação me incentivou pra não desistir tão rápido, então ele sugeriu que eu tirasse com a bomba e desse na mamadeira, mais que depressa segui seu conselho e de forma exaustiva tirei leite dia e noite, enquanto ele dava a mamadeira, eu ia tirando com a bomba, ela dormia um pouco e já ia ela de novo com aquele boquinha linda procurando mais leite, então dava o peito menos machucado, passamos o fim de semana inteiro nessa luta, e no meio disso tudo lembrei da minha cunhada que também estava grávida e pedi a pomada, graças a Deus ela tinha, o que realmente gosto dessa pomada que além dela ajudar a curar não é preciso tirar a pomada e lavar bem os seios antes de amamentar, ela não é prejudicial pro bebe, pelo menos até agora ninguém reclamou de nenhum efeito colateral, paralelo a isso quando dava o banho de sol nela pela manhã, aproveitava o sol e deixava os mamilos pegar um bronzeado o que segunda a minha parteira ajuda muito, deveria na realidade ter feito isso alguns meses antes, mas…
passava também um pouco do meu próprio leite e deixava o máximo que podia sem tampar, tipo assim nada de visitas nas primeiras semanas eu ficava igual uma Índia rsrs 
A pomada que usei foi da marca Lansinoh minha cunhada comprou nos Estados Unidos, a bisnaga é bem grande, uma é muito mais que o suficiente. 







Outra marca parecida que também tem 100 % de Lanolina na formulla é a Lanidrat.


  Acho que consegui aprender algumas coisinhas sobre amamentação, e espero que essas dicas possam ajudar alguém que assim como eu não caminhou pelos jardins floridos da maternidade.
Nem sempre o que parece ser simples é, e nem sempre é aquele bicho de 7 cabeças também, só dá pra saber se algo vai dar certo ou não se tentarmos, certo?, ter um segundo plano muito perto do primeiro nem sempre vai ser uma boa opção, então não se desespere como euzinha e já grite por uma mamadeira com formula, elas definitivamente não são a melhor solução, ainda que em vários casos elas podem ter salvo vidas, não pode se tornar uma regra, e serem vistas como o alimento perfeito, o melhor para um “filhote” de ser humano é o leite  materno humano assim que como o melhor pro bezerro é o leite de vaca, e por favor meninas que não amamentaram por qualquer motivo, não se sintam ofendidas, ainda que eu tivesse chutado o balde essa seria a minha opinião, ainda que amamentar seja algo perfeitamente natural, muitas vezes é preciso de um preparo que talvez as nossas mães e avós não precisaram ter, afinal de contas na época delas o apelo pelo leite artificial era menor, e a ideia da mulher ser vista apenas como um objeto sexual é um mal que a nossa geração tem que lidar e como  mulheres podemos ser lindas e sensuais para nossos maridos, mas é preciso uma renovação na mente para entender que o mesmo corpo que dá e recebe prazer é o corpo que alimenta e acalenta uma criança, temos que arrastar os nossos maridos para conhecerem um universo lindo que é uma família que se rende a cumprir uma missão que passa bem longe do egoísmo, e te leva a ver a vida além do próprio umbigo e nada melhor do que um filho pra ensinar isso, o caminho não é fácil mas é muito gratificante, eu acredito que realmente os frutos desse esforço são para vida inteira, é a saúde dos nossos filho, esses meses iniciais com todas as adaptações parecem eternos, mas são bem mais rápidos do que a gente imagina, acho que o corpo de mãe fica super preparado pra todo esse vendaval, o que se torna bem mais difícil é, pular essa etapa, se agarrar no que é cómodo e o que a sociedade dita, e depois viver com uma criança doente, não que toda gripe que nossos filhos pegarem agora vai ser culpa da mãe, longe disso, amamentei por pouco tempo o meu mais velho e hoje em dia ele é o que menos fica doente, não estou falando de tentar decifrar uma formula onde o resultado vai ser sempre igual pra todas as mulheres, mas que tal ao invés de termos medos de confrontar a nós mesmos não paramos pra refletir, por favor reflexão apenas, nada de pegar o chicote da culpa, do medo, das neuras e começar a dar nas costas, que tal abrirmos livros, conversarmos com mulheres experientes e sábias, que tal tirar o bico da cara e encararmos de frente, se preparar com unhas e dentes pra criar os nossos pequenos e ir com a maré quando o nosso coração sentir paz e remar com todas as nossas forças quando algo parecer estranho ainda que esses conselhos venham da boca de quem deveria entender do assunto.
Amo vocês, mães guerreiras que depois de ler isso ainda que incrédulas na própria capacidade do seu corpo irão se levantar e aceitar esse desafio, gente linda vamos buscar ajuda sim, recentemente vi um video de um filme que vão lançar em breve que me fez chorar, o trailler está no Vimeo e o nome do filme é Bottled Up Sizzle
Para aquelas que estão nesse barco, precisando, dá um grito, estamos juntas nessa


Beijos no coração
Keila



Rebeca chegou !!!

Nasceu a minha princesa, entre o Natal e o Ano Novo mais precisamente no dia 28, sabíamos que ela chegaria a qualquer momento e todos já estavam ansiosos, as ultimas semanas parece uma eternidade e quando realmente chega o dia aí que parece não terminar mesmo e pelo menos pra mim não importa qual rápido seja, e olha que foram 4 experiências diferentes sendo dois partos normais no hospital que passou de 24 hrs e 2 humanizados em casa super rápidos 10 hrs ou mais {risos} parto rápido não é o meu forte mais enfim, acho lindo o parto, me emociono sempre que assisto um video ou participo de um, não é que não doa ou sangre, mais acho um verdadeiro milagre, a perfeição da criação de Deus, no parto da Rebeca pude perceber alguns aspectos do parto que faz cada nascimento único e com ênfases bem diferentes.
Existem mulheres que não sente dor, outras que sentem prazer, acredite ou não, o parto tem sua ênfase no amor entre o casal e como um namoro, o corpo  produz o hormónio do amor a ocitocina fluindo de forma romântica, bem lindo, com dor ou não,  outras que fazem o parto usando hipnose, outras que marcam cesáreas pra não sentir a dor do parto ainda que a recuperação depois possa ser com dores ou com efeitos colaterais, outras mulheres se sentem poderosas, realizadas, e por ai vai…
A minha experiência no parto me leva a uma sensibilidade maior com Deus, fico grata, abismada e me sinto amada e protegida, sinto um amor que se esticar a mão parece que consigo tocar, na verdade esse amor sai direto para os meus braços e eu consigo realmente tocar, aquele serzinho é a criação de Deus, é Ele com sua infinita misericórdia revelando ao mundo através de um bebê a sua glória.
A gravidez da Rebeca foi de baixo risco e muito monitorada com vários exames e um ótimo pré natal, o nascimento dela foi em casa, fico bem mais relaxada, e talvez por coincidência os dois partos em casa foram mais rápidos e a bolsa não rompeu o que acho bem melhor, entendo que não são todas as mulheres que se sintam a vontade tendo em casa, por varios motivos, o legal é se informar e tormar a melhor decisão pro bebê e pra mãe sem medos e neuras excessivos, nao gosto nada desse terrorismo e esse medo  que levam as mulheres a cometerem barbaridades em nome de uma segurança que nao tem nem argumentos lógicos, todos os métodos são otimos quando são necessarios e salvam vidas se feitos de forma correta e por bons profissionais.
Estou apaixonada pela minha boneca, ela mama muito e dorme muito bem a noite, os irmãos estão amando segurar, abraçar e beijar a Rebequinha!
Volto depois com dicas que aprendi com ela, essa mocinha me ensinou o valor da Lanolina, explico melhor no próximo post.
Beijos no coração

Chá de Bebe da Rebeca

 Algumas fotos do Chá de fraldas da Rebeca, que foi feito por uma amiga queridíssima, com um orçamento apertado, mais com muita criatividade e bom gosto, capricho nos mínimos detalhes, Esther é uma fofa e super capaz, espero que em breve ela monte sua empresa… estou na torcida 😉
  




                                            A mesa do bolo



               Docinhos e cupcakes ( e as flores super delicadas, ahhh e o ursinho…)



                       Cupcakes de Brigadeiro com glacê real



                                         Quadro de recados



                    Lembrançinhas ( mini pregador com ima )

                                                Fraldas!!!




                                                   


Gente esse pão a metro estava simplesmente maravilhoso, tinha sanduichinhos com queijo e geleia, torta de banana e granola, brownie, rocambole de doce de leite.
Estava muito, mais muito quente mesmo, aguá foi o que mais tomamos, sucos e claro mate gelado que é bem carioca 🙂 

Tudo ficou lindo e a tarde foi agradável ao lado de amigos especiais e familiares queridos!